Criatividade: Como as ondas cerebrais trabalham para estimulá-la

Estudo aponta que as ondas alfa na área temporal direita do cérebro aumentam quando os indivíduos precisam suprimir associações enganosas em tarefas criativas

Imagine-se em uma sala de aula e a professora lhe faz uma pergunta muito difícil. Então você começa a ‘chutar’ respostas tentando resolver a questão. Empática, a mestra chega perto de você diz: “estou fazendo este exercício com você para que aprenda a pensar!”.

De acordo com pesquisadores do Reino Unido, é exatamente isso que o seu cérebro faz com você para que desenvolva mais criatividade.

Uma pesquisa da Universidade Queen Mary e Universidade de Londres concluiu que cérebro humano suprime as ideias mais óbvias para poder alcançar as mais criativas.

Segundo o estudo publicado no Proceedings of National Academy of Sciences, as ondas cerebrais desempenham um papel crucial na inibição dos pensamentos habituais para abrir o caminho até a criatividade.

Isto porque as ondas alfa na área temporal direita do cérebro aumentam quando os indivíduos precisam suprimir associações enganosas em tarefas criativas.

Estas associações óbvias estão presentes no pensamento convergente (única solução para algum problema) e no pensamento divergente (várias soluções diferentes). 

De acordo com Caroline Di Bernardi Luft, autora da análise, “a novidade do estudo é demonstrar que as oscilações alfa do lado direito temporal são mecanismos neurais para sobrepor associações óbvias”.

Com o uso da técnica Estimulação Elétrica Transcraniana por Corrente Alternada (EETC) e o uso de um eletroencefalograma, foi demonstrado o mecanismo neural responsável pela criatividade.

Então da próxima vez que tiver uma ideia criativa, saiba que as ondas alfa também tiveram crédito para você chegar na solução do problema.

Com informações do site Galileu.