Dicas para praticar Mindfulness no Trabalho

Pratique Mindfulness no trabalho

É impossível mudar o passado, assim como tentar prever o futuro. E é exatamente aí que a prática de Mindfulness começa. Praticar o mindfulness é focar no momento presente e no que está acontecendo agora, ao invés de se preocupar sobre o que vai acontecer no futuro ou remoer coisas do passado. É uma ferramenta muito poderosa no trabalho também, não somente porque é o local onde passamos a maior parte do tempo, mas porque temos que lidar com todo tipo de situação estressante. Quando estamos diante dessas situações, a reação natural do nosso corpo e mente é tentar combatê-las. No entanto, nós sabemos que é muito melhor enfrentar esse tipo de situação com a mente em equilíbrio. Esse equilíbrio significa, por exemplo, avaliar a situação sem julgá-la imediatamente ou reagir sob forte emoção. 

De acordo com o Greater Good Science Center, que é um centro de pesquisas em ciências que visa melhorar o convívio em sociedade, a definição do Mindfulness é “manter a consciência dos seus pensamentos, sentimentos, reações físicas a cada momento e ver o ambiente em que se encontra através de um olhar gentil e inspirador”.

Para entender melhor como você pode aplicar essa prática no trabalho, seguem três dicas para que você aprenda um pouco sobre mindfulness: 

1. Respire

Você já ouviu a sua própria respiração em algum momento de estresse ou quando está com pressa? E quando você está na cama antes de dormir? Você consegue notar alguma diferença? Nossa respiração tem uma influência enorme em como nos sentimos. Existem evidências científicas sobre a correlação entre a respiração e os níveis de estresse. Quando nos encontramos em situações estressantes, o sangue começa a ser bombeado mais rapidamente para alcançar todos os músculos e conseguir reagir àquela situação. Consequentemente, também respiramos mais rápido.

Uma maneira fácil de controlar o estresse é usar a técnica de respiração 4-7-8: inspire por quatro segundos, segure a respiração por 7 segundos e expire por oito segundos. Tente repetir esse ciclo por pelo menos quatro vezes, e você perceberá que vai se acalmar rapidamente. Uma vantagem desse exercício é que você pode fazer em qualquer lugar e não leva muito tempo.

2. Seja Gentil

Raiva é uma resposta natural para o estresse. Para algumas pessoas, essa resposta vem na forma da ansiedade. A medida que você se torna mais atento ao que está acontecendo dentro e fora de si, perceberá que ser gentil consigo mesmo e com os outros ajuda muito. Ser gentil vai melhorar tanto a sua vida pessoal quanto profissional, porque as pessoas também serão gentis com você em retorno. Porém, a gentileza não pode ser confundida com fraqueza porque na verdade ela é um ponto forte. Pense que é muito mais fácil se irritar com os outros do que permanecer calmo, ser gentil e esperar as emoções negativas passarem.

Você pode começar a praticar com você mesmo: na próxima vez que estiver sendo muito rígido consigo porque algo não correu conforme planejado, seja gentil com você mesmo e não se culpe. Você perceberá o efeito dessas ações em você e no seu ambiente de trabalho.

3. Liberte-se

Meditação e mindfulness tem uma relação bem próxima e se você já meditou alguma vez, sabe que também é sobre você observar seus pensamentos sem julgá-los e depois deixá-los ir embora. Esse desprendimento é uma habilidade que praticamos durante toda a nossa vida e por isso é importante também começar a praticá-la no trabalho. Sabe quando você sente que tem alguma coisa te incomodando? Que talvez seja o que alguém fez, falou ou escreveu? Ou será que foi só uma impressão que você teve? Será que você não está dando muita atenção ao seu senso crítico?

Não importa o que seja, reflita e tente ver a questão de uma perspectiva diferente, converse com alguém próximo e imagine que essa situação é como se fosse uma mosca que está atrapalhando a sua visão e você vai deixá-la voar para enxergar tudo com clareza novamente. Nessas ocasiões, também ajuda muito dar uma volta para espairecer ou respirar fundo.

Para esclarecer, se libertar de alguma coisa não significa que você não se importa com aquilo. Quer dizer que você se importa com as coisas importantes e se desprendeu daquelas que você não consegue mudar ou que não terão serventia pra você nesse momento.

Esteja atento onde você coloca o seu foco e lembre-se de que você não pode controlar como os outros se comportam ou o que eles dizem; a única coisa que você pode controlar é como você reage à isso.

Fonte: Forbes


O curso Mecanismos Psicológicos do Mindfulness tem como objetivo promover o conhecimento sobre os mecanismos psicológicos da prática da atenção plena do Mindfulness, por meio de evidências científicas.

Curso Mecanismos Psicológicos do Mindfulness

Conheça mais sobre o curso clicando aqui!

Fale conosco! whatsapp