O Eneagrama e a comunicação com o seu time

Eneagrama e o seu time

Saiba como o conhecimento sobre o Eneagrama pode potencializar os resultados do seu time.

O Eneagrama, sistema de personalidade de nove tipos, é utilizado para determinar os tipos de personalidades de cada indivíduo. Existe uma estrutura interna específica para cada uma das nove personalidades. Essa estrutura é o conjunto de comportamentos, atitudes, defesas e motivações. O tipo de cada um determina como os funcionários se comunicarão com figuras autoritárias, e isso inclui os líderes da empresa.

Mesmo que você não saiba exatamente o Eneatipo dos membros da sua equipe – algumas pessoas estudam o seu próprio tipo por bastante tempo – você pode perceber características específicas de cada tipo. Então, pode comparar com o comportamento dos seus funcionários e melhorar a sua comunicação com eles. 

Abaixo estão os nove tipos do Eneagrama e como você pode melhorar a comunicação com cada um deles:

Os nove tipos de personalidade

1.O perfeccionista

O tipo racional e idealista: cheio de princípios e propósitos, autocontrolado e perfeccionista.

Os Eneatipos 1 são perfeccionistas, têm vontade genuína de serem bons, mostrar a sua integridade e encontrar equilíbrio. Eles têm um forte senso de missão e querem sempre ter razão para não serem rejeitados ou condenados pelos outros.

Precisam que a comunicação feita com eles esteja relacionada diretamente ao propósito deles na empresa. Sempre que houver oportunidade, converse sobre o que ele tem feito de bom e como isso está melhorando a empresa. Faça críticas construtivas e follow-up com tarefas que ajudem esses colaboradores a avançarem de acordo com o seu propósito.

A vontade que eles têm de ser o funcionário perfeito sempre os deixa a beira de um colapso. Instruções diretas e feedbacks diários os ajudam a se manter firmes.

2. O ajudante

O tipo carinhoso e de boas relações: generoso, prestativo, generoso, bajulador e possessivo. 

Empático e cuidadoso, esses funcionários são classificados como ‘ajudantes’. Eles precisam ser amados e temem não ser merecedores do amor que eventualmente recebem. Mesmo no trabalho, eles estão procurando meios de agradar a todos o tempo todo.

Prepare listas semanais de tarefas que eles precisam cumprir e deixe um tempo reservado para que eles possam ajudar os outros. Isso dá a eles direção e satisfação quando completam as tarefas, mas também tempo para realizar a sua necessidade de, espontaneamente, ajudar os colegas.

Os Eneatipos 2 precisam de frequente reconhecimento dos seus esforços. Envie um e-mail curto ou até mesmo passe pela sua mesa e o cumprimente pelos seus esforços contínuos.

3. O realizador

O tipo bem sucedido e pragmático: adaptável, motivado pela excelência e auto-imagem. 

Quando possuem autoconhecimento, os realizadores são exemplos que inspiram os outros. Eles não são egocêntricos e sempre tentam atingir a excelência em qualquer tarefa. São os funcionários que se adaptam em qualquer situação em que forem colocados.

A melhor comunicação a ser utilizada com os Eneatipos 3 é discutir o seu desenvolvimento. Peça para eles te contarem quais são os seus objetivos pessoais e profissionais. Mensalmente, pergunte a eles como estão as realizações dessas metas e como a empresa pode ajudá-lo a realizá-las.

4. O individualista

O tipo sensível e recluso: expressivo, dramático, auto-envolvido e temperamental.

Os Eneatipos 4 geralmente são incompreendidos. Por trás de sua natureza temperamental e dramática estão as suas inseguranças. Eles têm medo de serem insignificantes e nunca se encontrarem. Mais do que com os outros tipos, eles precisam de líderes que os acompanhem em sua jornada de autodescoberta.

Para ajudá-los, tenha conversas frequentes sobre o papel que está cumprindo e sua satisfação. Faça perguntas que mostrem que você está tentando entender a sua natureza única, como por exemplo: “suas habilidades estão sendo utilizadas da melhor forma possível? O que eles acham do papel que ocupam na organização? Do que eles não gostam? Quais as conquistas que o deixaram orgulhoso neste mês?”

Use as respostas deles para estruturar a sua jornada e também para mostrar para eles porque as suas características especiais são necessárias na organização.

5. O investigador

O tipo intenso e cerebral: perspicaz, inovador, quieto e isolado.

Os Eneatipos 5 só querem ajudar. Infelizmente, eles vivem sob o constante medo de serem inúteis. Por isso eles estão sempre aprendendo e inovando.

A comunicação com esse Eneatipo deve dar a esse colaborador todo o espaço de que ele necessita. Eles precisam de tempo para processar e vislumbrar a situação. Dê esse tempo a eles depois de enumerar os motivos pelos quais ele é tão essencial para o time. 

Conte a ele, por exemplo, como as ideias inovadoras que ele teve melhoraram aquele projeto passado. Sempre dê esse feedback pela manhã: ele terá o dia inteiro para processar essa informação e adquirir mais confiança nas suas habilidades.

6. O Guardião

O tipo comprometido e precavido: engajado, responsável ansioso e desconfiado.

Esses são os funcionários que “afundariam junto com o navio”. São leais com as pessoas à sua volta e com os seus próprios ideais. Por conta disso, podem ficar ansiosos em caso de mudanças de cenários. Os Eneatipos 6 temem perder o rumo diante de mudanças.

Esse medo de ficar desamparado está diretamente ligado à uma falta de auto-confiança. A comunicação que deve ser feita com esses funcionários é sempre dar o apoio de que eles precisam, estimulando a confiança em si mesmos. Sugira que ele trabalhe com pessoas que possam ser uma espécie de mentor e que estarão preparados para oferecer orientações e elogios antes de colocá-lo sozinhos em tarefas mais complexas.

7. O entusiasta

O tipo super ativo e amante da diversão: espontâneo, versátil, distraído e desfocado 

Os Eneatipos 7 sempre estão agitados. Esses são os funcionários que estarão disponíveis quando você precisar e sempre estão prontos para ajudar. No entanto, se os seus líderes não souberem como lidar com toda essa energia, eles podem ficar desfocados e até desenvolverem alguma doença mental como Burnout por exemplo.

Mantenha os canais de comunicação sempre abertos com os entusiastas. Fale com eles sobre como o seu dia pode ser estruturado e ajude-os a melhorar a sua produtividade. Mostre clara e objetivamente o que espera que ele faça para que ele se mantenha focado ao mesmo tempo em que ele utiliza o seu vasto leque de habilidades todos os dias.

8. O desafiador

O tipo poderoso e dominante: auto-confiante, decisivo, obstinado e confrontador

Os Eneatipos 8 são fortes. Eles são confiantes na tomada de decisão e não tem medo de demonstrar isso para ninguém. O que você precisa saber para melhorar a comunicação com esse tipo é que eles sentem medo. Estar constantemente no controle é um jeito de se proteger para que não sejam prejudicados ou controlados pelos outros.

Sempre posicione os seus ‘desafiadores’ no comando da comunicação. Permita que eles direcionem as conversas de um jeito que eles se sintam seguros e no controle.

No entanto, conforme a conversa evoluir, mantenha um ambiente seguro para que ele possa ser vulnerável. Por exemplo, se ele disser que está dando tudo de si em um projeto e não consegue entender por que seus colegas parecem não gostar do jeito dele, pergunte como ele se sente com essa situação.

9. O pacifista

O tipo calmo e modesto: receptivo, tranquilizador, agradável e complacente.

Os Eneatipos 9 só querem que todo mundo permaneçam unidos. Eles querem harmonia nas suas vidas, inclusive no ambiente de trabalho. A sua natureza receptiva e compreensível pode, infelizmente, prejudicá-los se eles não tiverem cuidado. Os pacifistas têm uma tendência de não ser a sua própria prioridade, colocando-se abaixo dos outros.

Preste sempre atenção nos seus pacifistas. Encoraje-os a tirarem um tempo para si para retomarem sua energia longe da influência dos outros. Também garanta que esses colaboradores se sintam seguros em dizer “não” aos seus colegas e até pra você, quando necessário. Conte para eles como, há algum tempo, o conflito de ideias foi importante para que houvesse melhorias na empresa para mostrar que não é necessário lutar o tempo todo por um ambiente totalmente calmo e pacífico. 

Não existem tipos “bons” ou “ruins”

É importante ressaltar que nenhum tipo do Eneagrama é considerado melhor ou pior que o outro. Cada um tem seus próprios pontos fortes e pontos de atenção. Você pode começar a estruturar a sua estratégia de comunicação a partir dessa perspectiva. Os membros da sua equipe são únicos e precisam de estímulos específicos quando se fala em relacionamento com seus líderes.

Fonte: The Employee Channel

O sistema de personalidade do Eneagrama oferece uma ampla guia para personalidades específicas de tipo e seus associados pontos fortes, limitações e crenças fundamentais. Clique aqui e conheça mais sobre o curso.

Fale conosco! whatsapp