Como motivar a sua equipe em 2021

Identifique os sinais que indicam que a equipe pode estar emocionalmente esgotada e trace estratégias para melhorar o desempenho em 2021.

2020 foi um dos anos mais tumultuados e inquietantes para as pequenas empresas e para seus funcionários. A pandemia do COVID-19 precipitou várias transformações de negócios inesperadas, como encerramento de empresas, demissões, afastamentos temporários e trabalho remoto.

Então, é de se esperar que essas mudanças repentinas, além da crise de saúde causada pelo coronavírus, tenham um impacto enorme na saúde mental, produtividade, concentração e motivação dos funcionários.

Em um estudo realizado em abril de 2020 pela Ginger, consultoria especializada em saúde mental, 69% dos trabalhadores afirmaram que “este foi o momento mais estressante de toda a sua carreira profissional, incluindo grandes eventos como os ataques terroristas de 11 de setembro e a Grande Recessão de 2008”, e 70% dos trabalhadores concordaram que estão “menos produtivos devido ao estresse e à ansiedade por causa do COVID-19.”

As empresas e os funcionários precisam continuar se adaptando ao “novo normal” em 2021. Será um ótimo momento para reavaliar os processos do seu negócio e definir novas metas para manter uma força de trabalho saudável e produtiva.

Como manter sua equipe focada, otimista e comprometida

Como líder, você precisa colocar seus funcionários em primeiro lugar e incentivá-los a explorar todo o seu potencial. 2020 foi um ano muito transformador, e as necessidades e expectativas de seus funcionários provavelmente mudaram.

A seguir, listamos cinco estratégias que você pode utilizar para elevar a moral da empresa e manter sua equipe positiva e focada ao longo de 2021.

1. Priorizar e falar sobre a saúde mental dos funcionários.

A saúde mental dos funcionários tem sido um assunto muito comentado ultimamente, e por boas razões. Os líderes podem ajudar suas equipes a manter uma boa saúde mental aumentando o acesso dos colaboradores a uma rede de cuidados adequados e orientando os seus funcionários sobre como aproveitá-la ao máximo.

Por exemplo, você pode incentivar os funcionários a tirar férias, programar dias de atenção à saúde mental e permitir horários de trabalho flexíveis. Também é possível encorajar os funcionários a colocar limites entre sua vida pessoal e profissional, solicitando que evitem checar e-mails após o expediente.

“Seja transparente sobre o que a empresa oferece em termos de suporte mental, emocional e físico”, disse Patrick Porter, especialista em neurociência. “À medida que os funcionários sentem que suas necessidades são atendidas e que seus empregadores as compreendem, eles se sentem mais comprometidos com suas empresas e mais positivos e focados em seu trabalho.”

Certifique-se de comunicar claramente quais são seus recursos e políticas de saúde mental e incentive os funcionários a utilizarem esses recursos.

2. Promova a comunicação, check-ins frequentes e feedback anônimo

A comunicação é um elemento-chave de uma força de trabalho produtiva e motivada. Embora a forma como você se comunica com sua equipe possa ter mudado ao longo do ano (usando plataformas virtuais ao invés de falar pessoalmente, por exemplo), a comunicação é imprescindível.

Os líderes devem verificar frequentemente como os membros da equipe estão, conduzir pesquisas com funcionários e incentivar o feedback deles.

Outra alternativa é oferecer aos funcionários uma maneira de fornecer feedback anônimo. Dê atenção a qualquer feedback que receber para garantir que sua equipe se sinta ouvida e compreendida.

3. Converse com cada funcionário para saber quais são as suas necessidades e expectativas.

Os membros de sua equipe enfrentaram mudanças em suas vidas profissionais e pessoais em 2020, e isso deve ser levado em consideração.

“Os empregadores precisam estar cientes de que seus funcionários provavelmente passaram por um período de transformação e suas necessidades, desejos e metas podem ter mudado em 2020”, disse Freddie Laker, sócio fundador do Chameleon Collective, uma startup com foco no fomento de liderança de equipes. “Será importante que os gerentes reservem um tempo para falar com cada funcionário e restabelecer o que os motiva.”

Ao invés de presumir que sua equipe tenha as mesmas necessidades do ano anterior, discuta isso com cada membro de sua equipe.

Embora cada funcionário seja único, você pode identificar temas comuns no que eles dizem para modificar suas práticas organizacionais e aumentar o engajamento dos funcionários.

4. Dê feedbacks positivos e reconheça a sua equipe.

O sucesso do seu negócio é, em grande parte, devido ao esforço de seus funcionários – e eles devem saber disso. Mesmo que a produtividade de sua equipe tenha diminuído no último ano, é importante destacar suas vitórias.

Ofereça feedback positivo sobre o que estão fazendo bem e lembre-os do importante papel que desempenham em ajudar a empresa a atingir seus objetivos. O reconhecimento pode servir como motivação para permanecer produtivo e engajado.

“Reforce o impacto positivo de seu trabalho em seus clientes ou outras partes interessadas”, disse Josh Rovner, consultor de negócios e autor do livro  Unbreak the System (sem tradução em português). “Lembre-os de que o que estão fazendo torna as pessoas felizes (ou torna a vida das pessoas melhor ou mais fácil).”  

5. Pratique a confiança e a compreensão.

Se sua empresa passou por mudanças no último ano (o que provavelmente aconteceu), seus funcionários podem estar se sentindo sobrecarregados ou esgotados.

Ao invés de deixar esses sentimentos corroê-los por dentro, tranquilize sua equipe explicando o motivo de cada mudança e mostre como elas podem funcionar a seu favor. Depois dessa etapa, é preciso paciência, pois o ajuste às mudanças leva tempo. Se seus funcionários continuarem se sentindo exaustos, converse com eles para encontrar uma solução.

“É muito importante falar abertamente sobre o esgotamento e assegurar ao seu pessoal que seu objetivo nunca é esgotá-los”, disse Rovner. “Diga a eles que se eles estão se sentindo sobrecarregados ou estressados, eles precisam se manifestar para que você possa ajudá-los a resolver os problemas.”

Nota: você pode manter sua equipe focada priorizando a saúde mental dos funcionários, restabelecendo as necessidades dos funcionários, promovendo uma comunicação aberta, fornecendo feedback positivo e praticando a confiança e a compreensão.

Como identificar o esgotamento do funcionário

De acordo com uma pesquisa recente da FlexJobs, 75% das pessoas “sofreram esgotamento no trabalho e 40% disseram que sofreram esgotamento especificamente durante a pandemia.”

Isso não é surpreendente, mas todo local de trabalho deve estar ciente dessas informações. O primeiro passo para reduzir o desgaste dos funcionários é identificá-lo. Existem vários sinais indicadores de que o seu time pode estar esgotado.

Ouça seus funcionários

Uma maneira de identificar o esgotamento dos funcionários é simplesmente ouvi-los. “Embora alguns consigam dizer claramente que estão lutando contra o esgotamento, frases aparentemente inócuas também podem indicar um problema”, segundo Rovner.

Preste atenção ao uso frequente de frases como “Estou cansado”, “Estou apenas tentando manter minha cabeça acima da água”, “graças a Deus é sexta-feira” e “Gostaria que fosse sexta-feira”.

“Se você ouvir muitas pessoas em sua empresa dizerem essas frases com frequência, pode ter um problema de burnout não diagnosticado”, disse Rovner. “Mesmo que você ouça apenas uma pessoa ou algumas pessoas dizerem muito isso, pode haver um problema maior escondido sob a superfície. No mínimo, vale a pena explorar por que esse indivíduo ou essas pessoas estão se sentindo assim.”  

Ao ouvir esse tipo de afirmação, Rovner sugere que você responda de maneira genuína dizendo algo como: “Percebi que você fala que está cansado com frequência. Você se sente exausto? O que posso fazer para ajudar?”

Você também pode ouvir seus funcionários fazendo uma pesquisa e elaborar uma estratégia de engajamento a partir das respostas.

Observe o comportamento de seus funcionários.

Alguns funcionários não falam sobre seu esgotamento, mas você pode reconhecer isso através de suas ações. Por exemplo, disse Laker, os principais indicadores de esgotamento podem incluir períodos de atenção mais curtos, comportamento irritadiço, fadiga evidente, comportamento maníaco, envolvimento reduzido, absenteísmo ou horas de trabalho mais longas. Outro indicador importante a ser observado é a procrastinação.

“[Um funcionário] pode ter a tendência de concluir seu trabalho no momento final, já que os tempos de esgotamento geralmente alimentam o perfeccionismo tóxico e, portanto, pressionam por mais procrastinação”, disse Porter. “Esta procrastinação não é um sinal de preguiça; ao contrário, é um sinal de quase esgotamento absoluto.”

“Quando o esgotamento acontece, os funcionários muitas vezes ficam ressentidos, mal-humorados e sobrecarregados, e um bom empregador reconhecerá esses sinais e estará pronto para ajudar”, acrescentou Porter.

Nota: identifique o desgaste do funcionário ouvindo-o e observando seu comportamento.

Como incentivar funcionários esgotados

Se você perceber que um funcionário está chegando ao ponto de esgotamento, é importante resolver isso imediatamente. Laker disse que um líder eficaz pode intervir, ajudar o funcionário a se concentrar em itens de alta prioridade e permitir que diminua o ritmo.

“Muitos funcionários se esgotam por causa de um senso opressor de obrigação de concluir suas tarefas. Contudo, um gerente firme pode ajudá-los a dar um tempo, recuperar as energias, recalibrar o ritmo e retomar o trabalho, antes de chegar ao ponto de esgotamento.”

Laker recomenda reconstruir a cultura da empresa e incentivar funcionários esgotados, estabelecendo metas positivas e alcançáveis ​​e implementando atividades que podem unir os funcionários de formas sociais – mesmo que isso signifique atividades virtuais.

“Em 2020, muitas empresas tiveram dificuldades em encontrar maneiras de construir a cultura organizacional porque os métodos tradicionais não adiantavam mais”, disse Laker. “Encontre maneiras de restabelecer os padrões. Além disso, estabeleça metas possíveis e de curto prazo que seus funcionários e equipes possam alcançar com rapidez e sucesso. Colecionar pequenas vitórias é uma ótima maneira de revigorar a cultura de uma empresa.”

Porter disse que uma das melhores maneiras de reconquistar os funcionários é, novamente, ouvi-los.

“Faça perguntas a eles, pessoalmente ou mesmo por meio de um sistema de resposta anônima”, disse ele. “Ao mostrar aos funcionários que você os escuta e se importa com seus sentimentos, eles sentirão mais confiança e maior envolvimento com a empresa.”

Nota: você pode ajudar a reconquistar funcionários esgotados definindo metas alcançáveis ​​e priorizando atividades de formação de equipe.


Fonte: www.businessnewsdaily.com